quarta-feira, 12 de maio de 2010

Farsa


(Nila Branco. Composição: Zeca Baleiro/Lúcia Santos)

No canto do espelho espio
Tua pele branca, teu abraço macio
Como se te ver por perto
Pudesse tornar o deserto um pouco menos vazio
Como se isso bastasse pra afastar os medos
Que eu sinto cheia de desejos e dedos
Como se fosse bastante
Não te perder
Não te perder de vista nem por um instante

Digo menos do que penso
Falo mais do que faço
Me defendo como posso

Me esforço pra ser fácil
E me finjo de difícil
Mas me dou de graça
Pra quem descobrir minha farsa

Como se isso bastasse pra afastar os medos
Que eu sinto cheia de desejos e dedos
Como se fosse bastante não te perder
Não te perder de vista nem por um instante

Nenhum comentário:

Postar um comentário