quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Pequenas inspirações



Me recordo de, todas as manhãs, dirigindo para o trabalho, me deleitar com a visão de um jardim de girassóis.
Girassol é minha flor favorita e o dito jardim ficava no quarteirão da empresa onde eu trabalhava. Ele iluminava o meu dia.
Passados alguns meses eis que em uma manhã avistei o jardim completamente vazio, nenhum pezinho de girassol para contar história.
Ao lembrar revivo a sensação como se ela se passasse neste instante, uma sensação de vazio, de algo perdido, algo que sequer me pertencia. Um profundo lamento pelo jardim que nunca mais existiu para abrilhantar o meu dia.
Anos mais tarde eis que uma circunstância me faz relembrar a sensação boa do jardim de girassóis.
Existe uma árvore nos fundos do prédio onde eu trabalho atualmente, e lá possuem residência fixa um bem-te-vi e sua família.
Todos os dias o bem-te-vi me presenteia com alguns minutos de canto e exibição de sua figura sobre o telhado do galpão ao lado, o que me traz enorme alegria.
Mas a cena que mais me deixa encantada é quando, em dias de chuva, o exibido pássaro se posiciona no telhado e toma delicioso banho, cantarolando e agitando as penas.
A natureza é fascinante, em sua simplicidade e exuberância proporciona imensa alegria!

Um comentário:

  1. Tb somos seres filhotes da mãe Natureza. Mas a gente tende a esquecer disso e de que faz parte desse planeta que tenta sobreviver, apesar de tudo.
    Minha inspiração diária no atual trabalho também são passarinhos que cantarolam pertinho da mesa onde trabalho.
    Uma delícia.

    ResponderExcluir